sobre Antropologia:

"A esmagadora maioria dos nativos... alerta-nos constantemente para uma forma de viver e saber em que há lugar, não apenas para a razão, mas também para a intuição, para a inteligência dos afetos e a sabedoria dos sentimentos; para os sonhos, as visões, os estados expandidos de consciência; para a ativação e experimentação do que denominamos de fenômenos de para normalidade; e sobretudo, para as correspondências entre os diferentes níveis de percepção e as diferentes dimensões do que definimos por realidade" (CARVALHO 2006, p.3 [grifos meus!])

terça-feira, 14 de setembro de 2010

aula 11 (15/set)

entrega de ficha-citação: MOTTA, Antonio e BRANDÃO, Ma. do Carmo. O campo da antropologia e suas margens: a pesquisa e sua disseminação em diferentes instituições de ensino superior no Nordeste. In Trajano Filho, Wilson e Ribeiro, Gustavo Lins (org.). O Campo da Antropologia no Brasil. Rio de Janeiro: Contra Capa. 2004.p.163-187
discussão para dia 20/set:
leitura entrega de ficha-citação do texto de CARDOSO DE OLIVEIRA, R. O que é isso que chamamos de Antropologia Brasileira? In Sobre o Pensamento Antropológico.Sobre o Pensamento Antropológico. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, Brasília? CNPq. 1988.p.109-128.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Silvia, está na xerox o texto do OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O que é isso que chamamos de Antropologia Brasileira? In Sobre o Pensamento Antropológico.?

    ResponderExcluir